quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Link para teclas de atalho do Gnome 3 no Ubuntu 11.10 (na página diz Unity, mas vale também pro Gnome).

Clique aqui para acessar a página. Também mostra como redefinir as teclas de atalho.

Tecla de atalho Alt+F2 no Ubuntu 11.10 com Gnome 3

Estou utilizando o Ubuntu 11.10 com o Gnome 3. Entretanto, o atalho do teclado Alt+F2 não funciona por padrão. Para configurá-lo, basta acessar em Configurações de Sistema - Teclado -> Atalhos. Clicar em "Sistema" e escolher a opção "Mostrar o prompt de executar comando". Atribuir o atalho desejado Alt+F2. Pronto, tecla de atalho reestabelecida.

sábado, 4 de junho de 2011

Mageia Linux lançado

Foi lançada a primeira versão da nova distribuição linux denominada Mageia. Ela é um fork do excelente Mandriva Linux. Enquanto escrevo estou usando a versão de 64 bits. Posso dizer que foi excelente o trabalho, pois ela está muito estável. Maiores detalhes e download da distribuição clique aqui

Desejo toda a sorte do mundo e sucesso a esta nova distribuição!


domingo, 1 de maio de 2011

poema "Iniciação de amor"

Penso em ti, amor
Com amor e paixão
Com desejo e emoção
E toca-me fundo a revelação
De tudo o que vivi, de tudo o que senti
Sinto hoje, amor uma estranha mistura de sensações
De vazio e de tristeza
De conforto e de calor
Quando observo dentro de mim
Tudo o que vivi, tudo o que perdi
Escuto agora, amor
As nossas canções, as nossas ilusões
E deixo de pensar para sentir
Tudo o que vivi, tudo o que aos deuses pedi
Penso em ti, amor
Como se fosses um manto de luz
Que me envolves de calor
E visualizo perfeitamente
Tudo o que vivi, tudo o que construí depois
Não morreste para ninguém
Não partiste para lugar algum
Não me feriste de coisa alguma
Partiste para seres o ser que há em ti
E tudo o que me negaste e destruíste
Eram, afinal, sinais deixados no caminho
Pontos luminosos, riscados nos céus
Para me reerguer, neófito
Penso em ti, amor
Envolvido num abraço
Banhado de carinhos
Que eu vivi, que eu não perdi
E onde renasci.

Autor: João Firmino (do blog Círculo de Poesia - http://circulodepoesia.blogspot.com/)

Eu acho que eu não seria capaz de escrever um poema tão lindo, por isso tomei a liberdade de copiar de alguém que sabe escrever. Espero que não se importe ...

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Poema "De tudo ficaram três coisas"

De tudo, ficam três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando,
A certeza de que é preciso continuar,
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar.

Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo,
Da queda, um passo de dança,
Do medo, uma escada,
Do sonho, uma ponte,
Da procura, um encontro.


Fernando Pessoa

quinta-feira, 28 de abril de 2011

SQL Server Migration Assistant v5.0 lançado

A Microsoft lançou hoje o SQL Server Migration Assistant v5.0. O link para download está aqui.
Entre as melhorias, agora é possível migrar dados das bases suportadas (MySQL, Access, Oracle, Sybase, etc.) para qualquer edição do SQL Server, incluindo a versão Express, que é gratuita.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Entrevista de emprego

Um psicólogo faz uma entrevista para admissão de um empregado.
Entra o primeiro candidato:
- O senhor pode contar até dez, por favor? - pediu o psicólogo.
- Dez, nove, oito, sete, seis, cinco, quatro, três, dois, um.
- O que é isso?
- Ah, é a força do hábito. É que eu trabalhava na NASA.
Entra o segundo candidato:
- O senhor pode contar até dez? - pediu o psicólogo.
- Um, três, cinco, sete, nove, dez, oito, seis, quatro, dois.
- O que é isso?
- Ah, desculpe. É que eu era carteiro e estava acostumado a ver os
números pares de um lado da rua e os ímpares do outro.
Entra o terceiro candidato. O psicólogo pergunta:
- Qual era a sua profissão antes de tentar este emprego?
- Funcionário público.
- E o senhor pode contar até dez?
- Claro. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, valete, dama, rei

PRECE AO PODEROSO ORIXÁ OGUM

Pai, que minhas palavras e pensamentos cheguem até vós, em forma de prece, e que sejam ouvidas. Que esta prece corra mundo e universo, e chegue até os necessitados em forma de conforto para as suas dores. Que corra os quatro cantos da Terra e chegue aos ouvidos dos meus inimigos, em forma de brado de advertência de um filho de Ogum, que sou e nada temo, pois sei que a covardia não muda o destino. Ogum, padroeiro dos agricultores e lavradores, fazei com que minhas ações sejam sempre férteis como o trigo que cresce e alimenta a humanidade, nas suas ceias espirituais, para que todos saibam que sou teu filho. Ogum, senhor das estradas, fazei de mim um verdadeiro andarilho, que eu seja sempre um fiel caminheiro seguidor do teu exército, e que nas minhas caminhadas só haja vitórias. Que, mesmo quando aparentemente derrotado, eu seja um vitorioso, pois nós, os vossos filhos conhecemos a luta, como esta que travo agora, embora sabendo que é só o começo, mas tendo o Senhor como meu pai, minha vitória será certa. Ogum, meu grande pai e protetor, fazei com que o meu dia de amanhã seja tão bom como o de ontem e hoje, que minhas estradas sejam sempre abertas, que eu trabalhe para que no meu jardim só haja flores, que meus pensamentos sejam sempre bons e que aqueles que me procuram consigam sempre remédios para seus males. Ogum, vencedor de demandas, que todos aqueles que cruzarem a minha estrada, cruzem com o propósito de engrandecer cada vez mais a Ordem dos Cavaleiros de Ogum. Pai, daí luz aos meus inimigos, pois eles me perseguem porque vivem nas trevas, e na realidade só perseguem a luz que vós me destes. Senhor, livrai-me das pragas, das doenças, das pestes, dos olhos-grandes, da inveja, das mentiras e da vaidade que só leva a destruição. E que todos aqueles que ouvirem esta prece, e também aqueles que a tiverem em seu poder, estejam livres das maldades do mundo.
Ogum Iê
Saravá Ogum.

ORAÇÃO PARA OGUM

Ogum, meu Pai – Vencedor de demanda,
Poderoso guardião das Leis,
Chamá-lo de Pai é honra, esperança, é vida.
Vós sois meu aliado no combate às minhas inferioridades.
Mensageiro de Oxalá – Filho de OLORUN.
Senhor, Vós sois o domador dos sentimentos espúrios,
depurai com Vossa espada e lança,
Minha consciente e inconsciente baixeza de caráter.
Ogum, irmão, amigo e companheiro,
Continuai em Vossa ronda e na perseguição aos
defeitos que nos assaltam a cada instante.
Ogum, glorioso Orixá, reinai com Vossa falange
de milhões de guerreiros vermelhos e
mostrai por piedade o bom caminho
para o nosso coração, consciência e espírito.
Despedaçai, Ogum, os monstros que habitam nosso ser,
Expulsai-os da cidadela inferior.
Ogum, Senhor da noite e do dia
e de mãe de todas as horas boas e más,
livrai-nos da tentação e apontai o caminho
do nosso Eu.
Vencedor contigo, descasaremos
na paz e na Glória de OLORUN.
Ogumhiê Ogum

segunda-feira, 4 de abril de 2011

O ENGENHEIRO NO INFERNO...

O ENGENHEIRO NO INFERNO...

Um Engenheiro morreu e chegou às portas do Céu.
É sabido que os Engenheiros, pela honestidade, sempre vão para o céu.
São Pedro procurou em seu arquivo, mas ultimamente ele andava
tão desorganizado, que não o achou no montão de documentos, e lhe
falou:
- Lamento, mas seu nome não consta de minha lista...
Assim, o Engenheiro foi bater às portas do inferno, onde lhe deram imediatamente moradia e alojamento.
Pouco tempo se passou e o Engenheiro, cansando de sofrer as misérias do inferno, e se pôs a projetar e construir melhorias.

Com o passar do tempo, o INFERNO, já tinha ISO 9000, sistema de monitoramento de cinzas, ar condicionado, banheiros com drenagem, escadas elétricas, aparelhos eletrônicos, redes de telecomunicações, programas de manutenção predial, sistemas de controle visual, sistemas de detecção de incêndios, termostatos digitais etc... e o Engenheiro passou a ter uma reputação muito boa.
Até que um dia Deus chamou o Diabo pelo telefone e, em tom de suspeita perguntou:

- Como você está aí no inferno?
O outro respondeu:
- Nós estamos muito bem! Temos ISO 9000, sistema de monitoramento de cinzas, ar condicionado, banheiros com drenagem,escadas elétricas, aparelhos eletrônicos, Internet etc.
Se quiser, pode me mandar um e-mail, meu endereço é: odiabofeliz@inferno.com
E eu não sei qual será a próxima surpresa do Engenheiro!

- O QUÊ?! O QUÊ?!
Vocês TÊM um Engenheiro aí??
Isso é um erro, nunca deveria ter chegado aí um Engenheiro!
Os engenheiros sempre vão para o céu. Isso é o que está escrito, e já está resolvido..
Você o envia imediatamente para mim!
- De jeito nenhum! Eu gostei de ter um Engenheiro na organização... E ficarei eternamente com ele.

- Mande-o para mim ou...... EU TE PROCESSO!!
E o Diabo, dando uma tremenda gargalhada, respondeu pra Deus:
- Ah, é??
E só por curiosidade.....

ONDE você vai conseguir um advogado?

segunda-feira, 28 de março de 2011

ORAÇÃO A SÃO JORGE

ORAÇÃO A SÃO JORGE

Ó São Jorge, meu Santo Guerreiro, invencível na fé em Deus, que
trazeis em vosso rosto a esperança e confiança, abrí meus caminhos. Eu
andarei vestido e armado com vossas armas para que meus inimigos tendo
pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me
enxerguem e nem pensamentos possam ter para me fazerem mal. Armas de
fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao
meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo
amarrar. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estendei vosso escudo e
vossas poderosas armas, defendendo-me com vossa força e grandeza.
Ajudai-me a superar todo desânimo e a alcançar a graça que vos peço
(Faça agora seu pedido). Dai-me coragem e esperança, fortalecei minha
fé a auxiliai-me nesta necessidade. Rezar Pai Nosso, Ave Maria e fazer
o Sinal da Cruz.

ORAÇÃO DO PAI NOSSO

Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a
nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no
Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas
ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos
deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

ORAÇÃO DA AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre
as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadorres, agora e na hora
de nossa morte. Amém.

segunda-feira, 21 de março de 2011

A senhora me conhece?

A Senhora Me Conhece?

Num julgamento em Vassouras (RJ ), o Promotor de Justiça chama sua primeira testemunha, uma velhinha de idade bem avançada.

Para começar a construir uma linha de argumentação, o Promotor pergunta à velhinha:

- Dona Genoveva, a senhora me conhece, sabe quem sou eu e o que faço?

- Claro que eu o conheço, Marcos! Eu o conheci bebê. Só chorava, e francamente, você me decepcionou. Você mente, você trai sua mulher, você manipula as pessoas, você espalha boatos e adora fofocas. Você acha que é influente e respeitado na Cidade, quando na realidade você é apenas um coitado. Nem sabe que a filha esta grávida, e pelo que sei, nem ela sabe quem é o pai. Ah, se eu o conheço! Claro que conheço!

O Promotor fica petrificado, incapaz de acreditar no que estava ouvindo. Ele fica mudo, olhando para o Juiz e para os jurados. Sem saber o que fazer, ele aponta para o advogado de defesa e pergunta à velhinha:

- E o advogado de defesa, a senhora o conhece?

A velhinha responde imediatamente:

- O Robertinho? É Claro que eu o conheço!
Desde criancinha. Eu cuidava dele para a Marina, a mãe dele, pois sempre que o pai dele saia, a mãe ia prá algum outro compromisso. E ele também me decepcionou. É preguiçoso, puritano, alcoólatra e sempre quer dar lição de moral nos outros sem ter nenhuma para ele. Ele não tem nenhum amigo e ainda conseguiu perder quase todos os processos em que atuou.. Além de ser traído pela mulher com o mecânico... com o mecânico!!!

Neste momento, o Juiz pede que a senhora fique em silêncio, chama o promotor e o advogado perto dele, se debruça na bancada e fala baixinho aos dois:

" Se algum de vocês perguntar a esta velha filha da puta se ela me conhece, vai sair desta sala preso.... Fui claro??? "

domingo, 13 de março de 2011

ri muito com essa...

O GATO DO PORTUGA

Um dia de muito frio, chega Joaquim no armazém do Manuel.

- Manuel, quero uma dessas bolsas de borracha que você coloca água quente e que serve para esquentar a cama e manter os pés quentinhos.

- Que azar, Joaquim; hoje de manhã vendí a última para Maria.

- E o que eu faço com esse frio do diabo que faz à noite?

- Fique tranquilo, eu posso lhe emprestar meu gato.

- Seu gato?

- Meu gato é gordinho, você pode colocar nos pés na hora de deitar, e você vai ver como ele vai te esquentar a noite toda...

Na próxima terça-feira chegam as bolsas, aí você vem pegar uma e me devolve o gato.

- Tudo bem. Obrigado.

Joaquim pega o gato e vai embora pra casa.

No dia seguinte, volta com a cara toda desfigurada e aranhada pelo gato.

- Manuel, vim devolver seu gato de merda, pode enfiar no rabo! Olha como me deixou o filho da puta!

- Mas como! O que aconteceu? Ele é tão manso!

- Manso uma ova!

- O funil no cu até que ele aguentou bem, mas quando comecei a colocar a água quente, aí virou uma fera!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A ARTE DO SILÊNCIO

Vi por aí na net e resolvi compartilhar aqui. Para ler, refletir e botar em prática.

Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
Algum tempo depois, descobriram que era inocente.
O rapaz foi solto e, após muito sofrimento e humilhação, processou o vizinho.
No tribunal, o vizinho disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal...
E o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel.
Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sentença!
O vizinho obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo!
- respondeu o homem.
O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:
- “Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem,
espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado.”
“Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.”